Solidariedade nunca é demais

Certa vez, estava no meio do trânsito. Veio uma mulher que me pediu dinheiro, mas dentro do meu carro havia uma caixa de biscoitos, tirei um e dei pra ela.

Quando entreguei o pacote pra ela, vi o brilho nos seus olhos por, talvez, ser a primeira vez no dia que via comida. Pensei que se metade da população fizesse o mesmo, seria melhor. Os moradores de rua, quando recebem dinheiro, alguns compram coisas que não prestam, coisas que agridem sua saúde. Sem falar que são pessoas muito frágeis, já que não têm casa, passam o dia todo na rua. Eu me senti feliz, pois vi o brilho em seus olhos. Foi muito importante porque, para algumas pessoas, um pacote de biscoito pode não ser muito, mas, para aquela mulher, importou sim.

Ela ficou feliz, porque viu que neste mundo grande ainda tem gente boa, que se importa  com o outro e ajuda. Quando o sinal abriu tive que ir, pois já estava atrasada o pilates, então fiquei pensado em tudo aquilo que eu havia feito.

Percebi então que um pacote de biscoito todo dia não basta, mas, sim, amor, carinho e atenção.

Que a nossa felicidade seja ao próximo.

 

2 thoughts on “Solidariedade nunca é demais

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s